, 'opacity': false, 'speedIn': , 'speedOut': , 'changeSpeed': , 'overlayShow': false, 'overlayOpacity': "", 'overlayColor': "", 'titleShow': false, 'titlePosition': '', 'enableEscapeButton': false, 'showCloseButton': false, 'showNavArrows': false, 'hideOnOverlayClick': false, 'hideOnContentClick': false, 'width': , 'height': , 'transitionIn': "", 'transitionOut': "", 'centerOnScroll': false }); })

Tiago Rizzi
Ministro Jovem
G8/G20YS Paris

A experiência do G20 Youth Summit 2011 foi muito além de minhas expectativas. Foi além de muito produtivo e divertido, de suma importância para minha vida profissional e acadêmica. A Global Attitude nos proporcionou uma oportunidade única, de extrema excelência, e consciente das novas tendências do futuro. As negociações se deram nos mais diversos temas, como economia, ciências políticas, segurança internacional, direito internacional etc. A importância do Summit para a vivência profissional deu-se nos mais variados campos, com ênfase nos contatos internacionais que fizemos, ou seja, futuros líderes em empresas multinacionais, ou mesmo de seus respectivos governos. Aprender e ensinar algo sobre seu país cria laços muito fortes. Acredito que foi com alguns dos mais importantes valores que Global Attitude apostou nessa idéia, o que favorece o ganho de visibilidade no futuro – são estes os primeiros contatos para possíveis cooperações entre as nações, tanto em âmbito acadêmico quanto profissional.

 

Tive a oportunidade de fazer grandes amizades com os representantes da delegação japonesa (que me incentivou a tentar um mestrado no Japão), australiana (o qual compartilhamos agora trabalhos acadêmicos e links sobre a China),  e com diversos representantes da Índia, dos quais eu compartilho até hoje artigos sobre ciência e tecnologia. Foi muito interessante vivenciar aquilo que estudamos por quatro anos, além de aprimorar nossas habilidades interpessoais, tendo em mente que saber lidar com os choques culturais é uma parte muito importante na vivência de alguem com ambições internacionais.

 

Aprendi muito sobre cultura, e como os jovens dos outros países tem uma participação política muito forte em comparação aos brasileiros.É neste vácuo de ação que a Global Attitude encontra espaço, sendo, portanto, agente de mudanças e uma instituição que da as ferramentas para jovens formarem suas opiniões. Participar ativamente em discussões sobre os temas que afetam não apenas a nossa sociedade, mas o mundo como um todo, é parte da construção da história que queremos para a nossa e as próximas gerações.

 

Concessões e ganhos, visão global, cooperação, responsabilidade, são apenas algumas das palavras que definem lições que pude tirar desta experiência. A responsabilidade de representar seu país é uma experiência que vai além do indivíduo. Torna-se impessoal, como aprendi com a Global Attitude. Recomendo àqueles que puderem participar dos próximos Summits que o façam, pois terão uma das melhores experiências academica e pessoal de suas vidas.

 

Tiago Rizzi atuou como Ministro da Ecônomia na delegação brasiliera para G8/G20 Youth Summit que aconteceu em 2011 em Paris, França.

Assine

Fique antenado com as nossas notícias e oportunidades

Entre em Contato

Gostaria de saber mais sobre a Global Attitude? Nos envie uma mensagem através da nossa pagina de Contato.